18 de fev de 2012

Ray e Mikey falam sobre Nirvana.




Vinte anos atrás, o Nirvana lançou ”Nevermind”, álbum que vendeu mais de 30 milhões de cópias em todo o mundo. Mas o mais importante, Nevermind teve uma grande influência sobre os artistas e sobre a estrutura da indústria da música ao longo do ano de 1990.
Na recente apresentação do modelo da guitarra Jaguar de Kurt Cobain, Fender pediu uma série de músicos como eles foram influenciados pela banda, e o álbum de Kurt.


Veja abaixo os depoimento de Ray e Mikey:

Na primeira vez que ouvi Nirvana, me deu vontade de começar uma banda. Kurt Cobain, tinha um talento incrível, e atingiu toda uma geração, Ele não era um metaleiro cabeludo, mulherengo! Ou tentava ser algum tipo de ‘deus virtuoso do rock’. Ele era um cara normal que escrevia boas canções e tocava das profundezas de suas entranhas. A música do Nirvana tinha um significado e era tocada com um propósito feroz. Eles fizeram o sonho de ter uma banda ser acessível a crianças como eu. As composições de Kurt, atitude e o som cru falaram comigo em tantos níveis. Quando criança tudo o que eu queria era uma Jagstang (guitarra Fender) e começar uma banda, e é legal ver um novo modelo de inspiração do Kurt para essa geração.
—Ray Toro, My Chemical Romance

Uma banda como o Nirvana é como o cometa Harlley, como se você provavelmente visse uma vez apenas na sua vida inteira. Nunca vou esquecer quando vi a estréia de ‘Smells Like Teen Spirit’ no MTV’s 120 minutes. Meu irmão me chamando no quarto e era um momento único para nós dois. Nirvana mudou completamente como pensávamos e nos sentíamos em relação ao rock. Era provavelmente muito similar ao que as crianças viram nos anos 60 quando os Beatles apareceram no Ed Sullivan. A música do Nirvana falou com a nossa geração e irá indubitavelmente continuar influenciando as próximas gerações.
—Mikey Way, My Chemical Romance


Fonte: MCR Brasil e Fender 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua marca,comente !