29 de mar de 2012

Nota: Paralisação



  Como vocês devem ter notado,não estão ocorrendo atualizações no blog. Isso porque eu e as Staff's fizemos um acordo de reformas nas postagens.
  Voltaremos a postar aqui assim que terminar o #ProjetoGerard e a data oficial será avisada pelo Twitter do nosso FC.
  Mas essa é uma novidade boa,já que voltaremos bem melhor para agradar ainda mais vocês.
  Enquanto não voltamos,o que acham de nos enviar sugestões,críticas e elogios? Precisamos da ajuda de vocês !

25 de mar de 2012

#ProjetoGerard - REMESSA EXTRA !!!


Olá,Killjoys!
Mais uma vez o post do projeto saiu atrasado,isso porque algumas Killjoys ficaram de me mandar a foto hoje e eu achei que seria gentil esperar.
Atrasado ou não,aproveitem o post!

Encerramento das Etapas 2 e 3
  Já estava prescrito na página do projeto e as etapas 2 e 3 (fotos e vídeos) encerraram-se sexta.
  Como ainda há algum tempo e nessa última semana vocês responderam bem ao projeto,estarei abrindo uma  remessa extra,como houve no #ProjetoFrank que irá até o dia 30/03 (sexta que vem). Mais detalhes na página do projeto no blog.

Recebimento de Arquivos
  Com a abertura da remessa extra,a próxima foto que nos for enviada entrará como a última da Remessa 3.
Todas as fotos das remessas 1,2 e 3 estão confirmadas.
  Essa semana tivemos uma boa colaboração de vocês Killjoys quanto ao projeto,fiquei devidamente feliz. As que já estão participando são:
  
@ka_killjoy
@desee_san 
@GerardManiacas
@killjoy_bika
@The_GhostOfMCR
~
@_awfulthoughts
@suh_diniz 
@dmolitionlover
@trollgerard 
@TheGhostOfWay 
~
@diesow_
@MaySixPurdy
@_MakeSomeNoise_
@Danger_ways
~
  Aproveitem a remessa extra para enviar sua foto!

Iniciação do Vídeo
  Á partir dessa semana estaremos organizando tudo para iniciar o vídeo. Tem alguma sugestão de frase pro vídeo ou algo do gênero? Mande para o nosso twitter (@FCLookAlive) ou e-mail (lookalivekilljoys@live.com).


22 de mar de 2012

Resenha: Brand New Eyes - Paramore

Hey amores!!
Sei que demorei pra vir com a resenha e também sei que na quinta passada simplesmente não teve resenha, mas vou me explicar. Não tinha um tema na cabeça, na verdade eu nunca tenho. Vocês precisam sugerir algo, uma fanfic do My Chem, um álbum de qualquer outra banda. O Look Alive depende de vocês Killjoys e vocês precisam participar mais, okay?!
Vamos ao que interessa!! A resenha de hoje vai ser do Brand New Eyes do Paramore. Primeiramente eu gostaria de dizer que eu não sou uma Parawhore, ou seja, desconheço os motivos que levaram a Hayley a escrever determinada letra e etc. Estou aqui somente pra expor a minha opinião como admiradora da banda e tals.




Eles amadureceram.... 
Desculpem vocês que acham que a banda se manteve do mesmo jeito desde o Riot! ou do All We Know Is Falling, mas eu não consigo ter essa mesma opinião. O paramore amadureceu tanto sonoramente quanto nas letras. Isso provavelmente aconteceu porque eles passaram por problemas internos em que a banda esteve a beira do fim. Eles superara e colocaram todos os sentimentos - sejam eles bons ou ruins - nas letras que foram parar neste álbum muito bem feito. Além disso, nota-se que os vocalista incrivelmente teve uma evolução muiito significativa em sua voz mais do que perfeita - le eu puxando o saco kkk. Acredito que sua voz esteja um tanto mais potente, mais forte e com muito mais emoção, rebeldia, do que em outros álbuns.

Musicas incríveis! 
A coisa mais difícil é escolher apenas algumas musicas do Brand New Eyes para falar sobre. Se houve uma que eu menos gostei foi "Feeling sorry" mas mesmo assim, a letra e a melodia em algum momento me tocaram muito. Vejamos, as musicas que não se deve deixar de ouvir de forma alguma no BNE são: Brick By Boring Brick, com sua melodia marcante e que assim como algumas pessoas também me faz lembrar os Smashing Pumpkins; Turn it off que tem uma letra tão crítica e ao mesmo tempo tão sincera que é capaz de te dar vontade de escutar essa musica por horas e horas; Misguided Ghosts que é surpreendentemente diferente do que normalmente se esperado do paramore - energia, guitarras divertidas, por assim dizer; All I wanted que deixa bem clara o impressionante talento que Hayley tem. Essas são apenas algumas musicas que mostram claramente o quão viciante e muito bem feito esse álbum é.

Curiosidade
Na capa do CD é encontrada a foto de uma borboleta repartida em três partes. Hayley disse a uma entrevista a MTV que essa borboleta foi encontrada intacta na entrada da casa de sua mãe e então ela a pegou, pregou com os alfinetes na grade de sua casa e o fotógrafo (e amigo da banda) Ryan Russel cuidou da parte das imagens. "Eu achei a borboleta na rua da minha mãe há um tempo atrás… morta e completamente intacta. Após escrever a letra de "brick by boring brick" com um dos versos que dizia "os ângulos estavam todos errados, agora ela está arrancando as asas das borboletas"… a imagem que escolhemos para essa música foi a borboleta que achei. Nós apenas cortamos as asas e prendemos a borboleta em partes separadas, mas em ordem, na grade do meu quintal. Hayley disse em uma entrevista para a MTV: "No meu ponto de vista, isso representa que pedaços quebrados, mesmo que individualmente, ainda podem formar uma grande figura. Não importa se elas têm um propósito próprio, uma vez que estejam juntas".

Ouça nosso top cinco Brand New Eyes aqui


E ai o que acharam meus anjos?? Espero que vocês tenha gostado e claro, nos mandem sugestões de resenhas. Precisamos da ajuda de vocês!!!

Beijos e até a próxima manolos e manolas!!


20 de mar de 2012

Fala Killjoy: Kell (@_awfulthoughts)

Hoje temos mais uma entrevista com Staff's do FC. Falamos com a Kell,nossa mais nova Newsposter.
Confira e comente!

FC: Oi Kell,preparada pra ser emparedada no #FalaKilljoy?
Kell: hahahaha, estou! :D

FC: Antes de entrar na equipe você já tinha pedido para participar deste quadro em especial e agora finalmente estamos te entrevistando. O que te levou a querer participar do #FalaKilljoy e como se sente finalmente participando?
Kell: Eu quis participar do quadro porque eu amo falar de MCR! Adoro falar de como eles são importantes na minha vida e quanto eu os amo. <3

FC: Como você conheceu o nosso FC,chegou a participar do #ProjetoFrank? E quanto ao #ProjetoGerard,vai participar também?
Kell: Eu conheci o FC por um RT que deram (não me recordo bem o que era)...o #ProjetoFrank eu não cheguei a participar até porque eu não sabia, hehehe ._. . O #ProjetoGerard eu vou participar sim, claro *-*

FC: Hoje você é mais uma de nossas Staff's,como foi desde o pedido para entrar na equipe á se tornar uma de nós?
Kell: Confesso que fiquei apreensiva quando falei que ia participar, eu não conhecia ninguém do blog e achei que não iam me aceitar XD...Mas fiquei muito contente quando soube que comecei a fazer parte da Staff!

FC: Mudando de assunto,já é costume eu perguntar mas todas sempre querem saber: Como e quando conheceu o My Chem?
Kell: Se minha memória não falha, em 2005, tocou UnderPressure com o MCR e o The Used na rádio! E eu lembro de ter gostado muito do cover...fui ouvir cada uma das bandas. The Used eu não curti muito, mas quando ouvi Helena do MCR, gostei muito mas não procurei ouvir mais a banda...no fim de 2005, minha tia (minha segunda mãe) veio a falecer de câncer...Eu fiquei inconsolável...fiquei em depressão por muito tempo... nunca quis entender esse negocio de morte...foi então que em 2006, um amigo me apresentou o TBP... o álbum caiu como uma luva pra mim... A banda conseguiu me tirar daquela depressão maldita e eu comecei a me dedicar mais ao MCR porque o mínimo que eu podia fazer era amá-los :3 e aconteceu! Eles salvaram minha vida!! *le chora* 

FC: Dos integrantes da banda,qual você mais gosta ou se identifica? Por quê?
Kell: Aaaaamo o Gerardinho!!!!!!!! Mas o que eu mais me identifico é o Mikey, pelo fato dele ser na dele..sou bem assim :~ e beeeeeeem tímida >_< 

FC: Tem alguma outra banda que você curta e que queira apresentar para as outras Killjoys?
Kell: Poxa, curto muitas bandas, mas uma que eu nunca canso de ouvir é Silverchair :D 

FC: Falando em Killjoys,qual a sua relação com as outras fãs do MCR?
Kell: As vezes converso com algumas no twitter, mas não chega ser aquela amizade, sabe? Mas gosto muuuito de conversar com os Killjoys, são muito divertidos XD E amo muito quem ama MCR <3

FC: Hora da despedida... ~todas choram~ Deixe um recado para quem leu a entrevista,que eu deixo meus beijinhos pra você!
Kell: Gente, obrigada por terem lido minha entrevista, hehehehe. Não sou de falar muito mas fui muito sincera <3 Ah, e não deixem de participar do #ProjetoGerard! Ele merece muito viu!? xoxo ;3

Para acessar o twitter da entrevistada clique aqui.


19 de mar de 2012

Aumenta o Som: The Cure



Oi, Killjoys!

Bom, este é o meu primeiro #AumentaOSom e primeiro post no
blog, espero que gostem.
Escolhi uma banda um tanto diferente das bandas que
apareceram no #AumentaOSom anteriormente. Irei falar sobre o The Cure, que pra
quem não sabe, o My Chemical Romance tem influência desta banda.
(formação original)


The Cure é uma banda de rock inglesa formada em 1976, em Crawley, na Inglaterra. Seu
gênero musical é o Pós-Punk. Sua formação original: Robert Smith, Lol
Tolhurst, Michael Dempsey.
A banda é de 1976, mas só veio a fazer sucesso e nos anos 80. Seu primeiro álbum em estúdio
foi Three Imaginary Boys.
(Three Imaginary Boys)

Uma das músicas que lançou a banda nas paradas de sucesso foi Boys Don’t Cry (que na minha opinião, é a música mais conhecida
deles).


Desde então, eles já começaram com uma turnê mundial (que deu muito certo, por sinal!)
O terceiro e o quarto álbum da banda,o Faith e o Pornography, já começam a mostrar o lado
obscuro do Robert Smith,devido ao seu problema com drogas e alcoolismo. As
letras e melodias são bem tristes. Por causa disso, começaram a rotular a banda
(principalmente aqui no Brasil) de emo góticos.
A banda já veio para o Brasil duas vezes: em 1987 e em 1996, com sua turnê “Wish Tour”.
Essa última vinda deles só foi possível por causa de abaixo-assinado de fãs.
Obviamente, a banda não faz tanto sucesso como antigamente, mas pra quem curte o som deles,
eles nunca saíram de moda!
Bom, partindo agora para uma opinião pessoal, The Cure é uma das bandas que mais
amo. A banda foi muito importante nadécada de 80, sendo responsável pela maioria dos hits na época. Da formação original da banda, só restou o vocalista, Robert Smith.
Três álbuns que valem a pena ouvir são: Three Imaginary Boys, Desintegration e Kiss Me Kiss
Me Kiss Me.
Separei uma Playlist muito legal, que dá para ser ouvida aqui!

Espero que tenham gostado, fui um pouco breve, mas fiz com muito carinho!


16 de mar de 2012

#ProjetoGerard - Etapa 1 Encerrada


Olá Killjoys,novidades?
Vamos retomar o ritmo do FC agora !
Enjoy.


Etapa 1 Encerrada
  Como prescrito na página do Projeto,hoje foi o último dia para votar na enquete. E a música vencedora, agora tema da nossa homenagem, é: Party Poison com 50% dos votos!
  Muito obrigada á todas que votaram e participaram da 1ª Etapa.

Etapa 5 disponível
  Já disponibilizei a etapa 5 na página do #ProjetoGerard,é só clicar aqui para ser direcionado.

Recebimento de Arquivos
  Mais Killjoys mandaram suas fotos e a lista de participantes até agora cresceu. Claro que muita gente já me avisou que mandará a foto ainda nessa semana. Mas ainda há gente que não sabe do projeto,então ajude-nos a divulgá-lo !
  As lindas que já estão participando da homenagem são:
 @ka_killjoy
@desee_san 
@GerardManiacas
@killjoy_bika
@The_GhostOfMCR

Encerramento do Projeto
  Ainda estamos correndo o risco de encerrar o projeto,então como eu já disse,ajude-nos a divulgá-lo e a convencer mais Killjoys á participarem ! O Gerard merece isso e muito mais,não é mesmo?



Nota: Falta De Atualizações



  Mais uma vez ficamos sem atualizar o blog,isso valeu para o #AumentaOSom,#FalaKilljoy e o #Resenhas. Fico envergonhada em ter que postar mais uma nota,mas é melhor esclarecer tudo á vocês.
  A mudança de Staff's está constante e toma muito do meu tempo aqui. Isso porque estou procurando pelas MELHORES Killjoys para me ajudarem á oferecer o melhor conteúdo á vocês.
  Hoje teremos sim o #ProjetoGerard e já estou planejando o #FalaKilljoy de terça que vem. Segunda o post do #AumentaOSom fica com a Staff Kell e quanto ao resenhas,como sempre,quem fará é a Leeh.
  Nos desculpem mais uma vez pelo transtorno.

9 de mar de 2012

#ProjetoGerard - Etapa 4 disponível !


Olá,Killjoys !
Desculpem-me o atraso é que ontem foi aniversário da minha mãe e acabei perdendo o horário para postar.
Mas como eu sou uma guria exemplar,mal começou o sabadão e já estou postando !

Encerramento da Etapa 1
  Como prescrito na página do Projeto,o prazo para o término da Etapa 1 do Projeto,tem fim neste dia 16/03 (sexta-feira). Então no próximo post do projeto eu provavelmente estarei dando o resultado da nossa enquete e revelando a música tema do nosso vídeo.
  Lembrando que, agora enquanto faço o post, estão empatadas as músicas "Party Poison" e "Planetary (GO!)",que tal ajudarem no desempate?
  Aceitaremos sugestões apenas até a próxima sexta-feira,então aproveitem para dar sua opinião !

Abertura Etapa 4
  Abrimos hoje a Etapa 4 do projeto,para saber mais clique aqui.

Recebimento de Arquivos
  Algumas Killjoys já mandaram suas fotos e vídeos,e confesso,ESTÁ TUDO MUITO LINDO E BEM FEITO,PARABÉNS!
  Lembrando que temos pouco tempo para arrecadar as fotos,e sim,precisamos de muito mais que o dobro do que recebemos para que tudo dê certo. Que tal ajudar?

KILLJOYS : As Killjoys @desee_san , @ka_killjoy e @GerardManiacas já enviaram suas fotos ! :)

8 de mar de 2012

Resenha: The Black Parade


Hey!! 
Hoje é a ultima resenha sobre álbuns do My Chemical Romance. Eu até poderia fazer sobre Dvds e afins, mas eu não posso falar sobre algo que eu não tenho, não é?? Que seja, hoje falarei pouco, mas tentarei ser interessante. Então vamos lá: 

O The Black Parade foi muito mal interpretado pela mídia, por pessoas que se diziam fãs, por pessoas que não conheciam o real motivo da banda desde o principio. O TBP fala sobre a esperança, sobre ter coragem e não desistir nos momentos difíceis. Pra algumas pessoas, o TBP não passava de um culto suicida. A má interpretação do album causou problemas pra banda, como por exemplo, a Hanna a menina que se suicidou e os pais culparam o MCR, vocês lembram? Imagina ver sua arte causando mortes?? Pois é, não é tão simples quanto parece escrever algo encorajador.

Apesar de todos os problemas que o The Black Parade tenha vindo a causar, ele é um álbum lindo. Suas letras conseguiram encorajar de verdade aqueles que ouviram as musicas com o coração. E convenhamos encoraja até hoje, não é mesmo?? Não é meu álbum favorito, embora eu goste muito da temática - o paciente a beira da morte refletindo sobre a vida - e goste muito da ironia presente nas musicas. Além disso,  foi muito bem elogiado pela critíca. The Black Parade não se resume só nisso. Foi o album que salvou, encorajou e nos ensinou a nunca ter medo de continuar vivendo.





The End 
É a intro do album que nos inicia na história do Paciente segundo conceito. Essa musica tem um ligação com a To The end do Revenge, que segundo fontes o a To the end seria é o ponto de vista do pai do paciente, enquanto a The end o ponto de vista do paciente. Fugindo do conceito, existe uma parte da letra em que diz  "I encourage your smiles, I expect you won't cry" (eu encorajo seus sorrisos e espero que não chore) que pra mim é parte mais visivel da real intenção do album. Essa frase mostrava o quanto eles queriam que as pessoas continuassem firmes e que se dependesse deles isso aconteceria sempre. Eu fico toda boba quando ouço hahaha.

Dead! 
Ironia na letra, peso na melodia fazem de Dead uma das minhas preferidas do álbum. Segundo o conceito, essa musica representa o momento em que o paciente recebe a notícia de que tem apenas duas semanas de vida. Gosto de como é exposto o fato do que o paciente não é alguém muito querido pelas pessoas. O que me faz sair do conceito e analisar essa musica de forma mais abrangente. Dead é sobre aquelas pessoas que nunca tem nada de tão interessante pra dizerem uma das outras. Gosto da parte em que diz " If life ain't just a joke, then why are we laughing?" (Se a vida não é apenas uma piada, então por que estamos rindo?). É o  questionamento mais sincero que eu já vi. A vida não é uma piada, não é uma mar de flores e mesmo assim as pessoas continuam rindo. Não que isso seja errado, mas é irônico, não acham??

This Is How I Disappear 
Aqui o paciente menciona a amada como unica pessoa que realmente se importa com ele. Além disso ele diz que sem ela, ele simplesmente desaparece. Fora do conceito, eu amo a melodia. Ela tem altos e baixos; Emociona e empolga rapidamente. A letra fala sobre você ter alguém que sempre se preocupara com você, independente do que faça. Embora ainda haja coisas sobre você que ela simplesmente não deve saber. Basicamente eu a vejo do mesmo jeito que no conceito. Acredito que não aja uma duplicidade nessa musica e que ela seja simplesmente uma coisa só.

The Sharpest Lives 
Nessa parte do conceito, o paciente está olhando para o seu passado, onde teve problema com alcoolismo e drogas. A amada dele também é citada mais uma vez e ele cogita o fato de que ela poderia te-lo abandonado, embora não o tenha feito. A musica fala sobre o problema com drogas do Gerard, segundo próprio mesmo disse. Gosto da melódia e igualmente da letra - não, acho que principalmente da letra - e minha maneira de interpretar essa letra deve ser simples demais ou estranha demais para todo o resto, mas okay. Pra mim, é algo como uma dor que se implora pra ser arrancada de si. Aquele momento em que você se ve como um doente total e a unica coisa que está realmente disposto a implorar é que alguém venha e lhe tire essa dor; A afaste de você, exatamente como diz neste trecho "Give me a shot to remember, and you can take all the pain away from me." (Me dê um tiro para lembra e você pode atirar toda dor para longe de mim)

Welcome to the black Parade 
Nessa parte do conceito o paciente esta entre a vida e a morte. Ele se vê lembrando de quando pequeno e seu pai o levou para ver um desfile. Então ele vê no desfile negro (black parade) elementos de sua vida. Eu tenho um grande amor por essa musica, porque indo para o lado pessoal ela foi muito importante na minha vida. Ela pra mim é algo como um hino de "siga em frente" e foi exatamente o que eu fiz. É uma musica encorajadora e que sempre que você precisar de coragem ela estará lá pra lhe proporcionar isto. Gosto da melodia dela por toda essa coisa magica de orquestra, desfiles de bandas e afins. É incrível, muito incrível essa musica.

I don't love you 
Aqui o paciente esta completamente enfurecido. Ele fala sobre sua namorada e o problema de relacionamento deles. Acredito eu que o paciente, nessa musica, esteja prevendo o fato de quando ele estiver pior, ela simplesmente irá embora. Saindo do conceito, eu gosto bastante do quanto essa musica soa sincera, curta e grossa. Ela fala sobre os relacionamentos - que pra mim não significam apenas os amorosos - e os fins que nem sempre necessesariamente acontecem por causa de falta de sentimento. O refrão é bem grudento e a melodia é boa o suficiente pra te fazer ouvir essa musica por horas.

House of Wolves 
O paciente está voltando ao passado, notando pelas coisas que fez que poderia muito bem ir para o inferno. A musica fala claramente sobre arrependimento. Essa musica é outra que não tem duplicidade, fala sobre arrependimento claramente. Não existe - ou eu acho que não vejo - outro signifcado mais claro do que esse. Eu li uma vez que essa musica era muito parecida com as do revenge e concordo plenamente com isso; Ela lembra na letra, na melódia. É bem nostalgica essa musica, pelo menos pra mim.

Cancer
O paciente está agonizando por causa da doença, esta quase morrendo, então começa a fazer seus ultimos pedidos. Além disso ele diz que a pior parte de tudo será deixar a amada e acaba evitando beija-la para que tudo seja mais difícil ao deixá-la. É a parte mais emocionante do cd e nunca na minha cabeça, imaginei ver um My Chemical Romance assim. Estava acostumada com as musicas do revenge e eles me surpreenderam - como sempre fazem -, gosto muito dessa musica e não adianta o quanto eu a ouça, ela sempre irá me emocionar.

Mama 
Aqui Mama nada mais é que a Mother War - um dos personagens do conceito - que é a guerra. Também tenho a leve impressão que em vez disso, ele está apenas escrevendo uma carta para sua mãe diretamente da guerra.  Pelo o que me recordo o paciente está se recordando de quando foi a guerra e ele diz que todos os presentes irão para o inferno. Essa musica tem uns toques de polca na melodia  e é muito viciante, uma das minhas favoritas do álbum. Eu queria muito um clipe para essa musica,  o que seria ótimo conhecendo a criatividade dos meninos como eu conheço, não decepcionaria ninguém. Mama é a musica no The black parade que deve ser ouvida, por sua excelente melodia e ótima letra.

Sleep 
Fala claramente sobre o paciente não entender a preocupação da amada, já que ele a fez chorar muito. Também, acredito que ela seja o inverso de House of wolves que fala sobre o arrependimento. Aqui ele não se arrepende de todas as coisas ruins que tenha feito, está conformado apenas. Os sussurros no começo da musica foram inspirados nos pesadelos que Gerard tinha. Eu gosto muito dessa musica e me identifico muito com ela. Sleep é quase que uma favorita do TBP - embora, estranhamente não seja - pela o fato de uma melodia extremamente boa, com pianos e guitarras potentes.

Teenagers 
Minha segunda favorita. Segundo o conceito, o paciente está se recordando da sua época de adolescente quando ele usava drogas pra se esquecer do problemas e seu pai dizia que não funcionava. É uma baita critica á sociedade. Porque reparem é só isso que eles querem, que tenhamos medo; eles querem arrancar nossas aspirações e nos tornar cidadães alienados. Rebeldias a parte, Teenagers é viciante e pra mim a melhor do TBP - me processem - embora todas sejam incrivelmente boas. Acho impossível não amar teenagers, ela é incrível, pela critica, pela melodia divertida.

Disenchanted
A história do paciente está chegando ao fim e aqui ele faz mais uma reflexão sobre a propria vida. Ele não estava mais se arrependendo e muito menos se conformando, está notando que houve uma parte boa e que sua vida não foi de toda ruim. Mas que ainda sim ele viveu sua vida como uma canção triste. Essa musica me emociona mais do que Cancer; Acho que a carga emocional nela é bem mais forte do que a de cancer, não pela melodia, mas pela letra

Famous Last Words
O final do conceito do conceito do TBP onde o paciente aceita que esta prestes a morrer e percebe que não pode fazer nada para que sua amada fique. Vou fugir rapidamente do conceito, porque essa musica que talvez tenha causado maior desentendimento que veio a ocorrer sobre esse album. Famous last Words fala sobre você passar por cima das dificuldades e apesar de todas as dores continuar vivendo. Não ter medo disso. Essa é a maior mensagem de esperança do album que foi logo sendo interpretada ao contrário. Eu amo essa musica, essa é uma das mais importantes. Assim como Welcome to the black parade encoraja, nos mostrando que independente de tudo ainda podemos continuar.

Blood 
Faixa troll escondida do album. Ela é bem curtinha e é inspirada no filme Laranja mecanica. Ela é bem parecida com mama também.

Ouça a nosso top cinco TBP aqui 


Então pessoal esse foi a ultima resenha dos albuns do My Chem, espero que tenha gostado e nos ajudem a escolher como será a proxima okay?!

xoxo Leeh 

---------------------------------
Participe do #ProjetoGerard nos ajude a fazer algo especial para nossa Sassy Diva clicando aqui 





6 de mar de 2012

Nota: Mudanças na Staff

 
  O FC está com alguns problemas no #FalaKilljoy. Isso porque nossa jornalista Camila pediu para sair da equipe,devido á problemas escolares e falta de tempo. E a outra jornalista,que sequer havia começado á postar aqui,eu resolvi retirar da equipe,por motivos simples quanto aos nossos objetivos.
  Devido á falta de jornalistas,esse trabalho será feito á partir de agora por mim,mais uma vez,até que eu encontre alguém capaz de fazer isso. Claro que,por eu ter mais essa tarefa,pode ser que eu fique carregada e falte alguns posts,então espero que vocês compreendam á mim.
  Vale ressaltar a estréia da Kell na equipe,ela será newsposter do tumblr e de notícias.

5 de mar de 2012

Aumenta O Som: McFly

Olá,Killjoys e afins !
Cadê vocês usando a tag? #AumentaOSom
Mais uma vez vocês votaram na nossa enquete e está aí,matéria sobre o McFly.
Vocês sabiam que antes de ser Killjoy eu era viciada nesses inglesinhos? Principalmente no Danny *-*
Enjoy !

Ilm_large
(Da esquerda para a direita: Dougie Poynter/Danny Jones/Harry Judd/Tom Fletcher

Cquote1.png Prefiro Bob's Cquote2.png
Carla Perez sobre McFly
Cquote1.png Sanduíche voador. Cquote2.png
Alguém querendo ser engraçadinho sobre McFly
Cquote1.png É Dougie ou Douglas?" Cquote2.png
Tópico do Orkut sobre Dougie Poynter
Cquote1.png O fênomeno inglÊs composto por Dénni Jones,Réuri Judd,Dugie Poynter e Tom Flester Cquote2.png
Faustão sobre Mcfly

  O McFly foi formado e nomeado por nosso querido,ou não,Tom amarelo Fletcher. Foi numa audição para a boyband "V" que Tom e Danny se conheceram,o último que cometeu um grande fail levando um violão pois achou que era uma audição para uma banda de rock (só podia ser o Danny). Enfim, bateu um clima entre os dois  Fletcher convidou Danny para jantar á luz de velas para compor com ele e Bourne... (+)
   
Quem topa pular toda a parte chata?~le eu~ o/ o/ o/
   (Se quiser a parte chata vai pra wikipedia --')

  Logo abaixo dois vídeos que eu super amo dos guys *----* 
  O primeiro é do Harry acordando os outros meninos (o Tom banana é a melhor parte LOL).E o segundo é do casamento gay entre Harry e Dougie (que coisa meiga). O padre vocês devem imaginar,só não digo mais nada porque senão vira cyberbullying.

 


  Eu particularmente deixei de gostar tanto de McFly depois que eles lançaram o "Above the Noise". Acho que foi um grande choque pra mim,assim como pra outras fãs. Agora eles se inspiravam no PRINCE e no MJ,tipo: WTF!? E a parceria com  TAIO CRUZ também foi decepcionante,mas há quem discorde.
  O McFly tem vários covers,dos quais recomendo: Born To Run,Black Or White,Ghostbusters,You've Got A Friend. 
  Eles são super fofos com as fãs brasileiras e vocês podem ver passagens deles pelo nosso país e em alguns programas de TV,como: Casseta & Planeta,Faustão e Altas Horas (por onde os conheci,digo só pra não constranger o Dougie,né esquina do Habib's ?) .
  Dos 5 álbuns de estúdio,o meu favorito é claro,Radio:Active. O álbum tem as melhores músicas do McFly,destaque para: The Last Song,Corrupted,One For The Radio.
  O DVD de Radio:Active também é incrível ! Dá pra conhecer os Guys melhor,que aliás são muito fofos menos o Harry pois um lobisomem jamais será fofo
  Vale lembrar que a banda participa do filme "Just My Luck",em português "Poha,cadê minha sorte?. Onde os McGuys encenam com Lindsay Problema Lohan. 

Afim,de saber mais sobre a banda? Pesquise,oras... 
Fiquem com o clipe de Lies,uma das músicas presente na nossa Playlist,ouça aqui.



  

2 de mar de 2012

#ProjetoGerard - Estréia Oficial



Olá,Killjoys ! Como vão?

  Como eu já havia anunciado no Twitter e Facebook do blog,estreamos hoje,oficialmente,o mais novo projeto do FC. Todas as sextas haverá um post com esclarecimentos e novidades sobre o projeto aqui no blog. 

Sobre o Projeto
  Ano passado nós do FC Look Alive Killjoys trabalhamos num projeto chamado #ProjetoFrank em busca de homenagear o guitarrista do My Chem (Vejam o resultado aqui). Contamos com a ajuda de muitas Killjoys incríveis e conseguimos um resultado maravilhoso.
  Como vocês já devem saber,o aniversário do Gerard está chegando, e como no ano passado não tivemos a oportunidade,gostaríamos de desta vez fazer nossa devida homenagem.

As etapas
  Como vocês podem notar na página do projeto no FC (clique aqui para ir para a página),o Projeto está dividido em etapas,pequenas tarefas (muito fáceis aliás) que tem um prazo para a sua conclusão.
  Novas tarefas serão liberadas nas sextas-feiras junto com o post do dia sobre o #ProjetoGerard.

Como nos ajudar
  Participando de nosso projeto você automaticamente estará nos ajudando. Mas se puder divulgar e compartilhar com os amigos sobre a campanha será de MUITO agrado. Isso porque quanto mais gente participar,mais fácil conseguiremos notoriedade.

Cancelamento do projeto
  Se não tivermos participantes suficientes no projeto,infelizmente teremos que cancelar tudo. Isso porque não dá pra fazer um vídeo de mais de 3 minutos com 3 ou 4 fotos. Por isso,repito,PRECISAMOS DE VOCÊS KILLJOYS!

  Agora que já falei tudo sobre o projeto,vamos para as atualizações de etapas do dia!

Atualizações

  * Nova etapa á ser cumprida do projeto na página dele no blog.
  * Como vocês viram no início do post,temos um banner pro projeto,não é lindo? *--*

  Mande sugestões para o #ProjetoGerard clicando aqui.
  Em caso de dúvidas,o clique é aqui.


1 de mar de 2012

Resenha: Danger Days the true lives of the fabulous killjoys





Hello pessoas lindas!!
Hoje vou causar polêmica como perceberam nas palavras a seguir, mas espero do fundo do meu coração que vocês não levem isso para o lado pessoal. Falar sobre o Danger Days sempre gera polêmica e eu poderia muito bem deixar esse álbum de lado falando hoje sobre o Black Parade. Mas estou aqui, então vamos ao que interessa:




Alguns fãs simplesmente detestam e outros amam. Danger Days é o album que dividiu opiniões e causou polêmica. Eu não odeio o DD como alguns fãs  - não estou criticando ninguém por isso, pelo amor - e também não amo. Acho que ele nunca foi o tipo de álbum que eu esperava que o My Chem fizesse. Gostei sim de algumas musicas e acredito que o DD seja algo altamente perigoso e criativo, mas com o tempo esse álbum enjoa. Sim, ele enjoa e muito. Na Na Na passa a ser algo maçante de se escutar, Party Poison e Summertime fazem você querer simplesmente não querer mais escuta-lo.
Engraçado dizer mas quando Danger Days fora lançado essas musicas me encantavam. Algo nelas era magico, porém, com tempo a magia se foi, deixando algo meio cansativo no lugar. Embora eu tenha me cansado do DD - como nunca me cansei dos outros álbuns - ainda vejo beleza nele. Eu consegui sentir a mensagem que eles quiserem passar através de cada musica, cada melódia, eu absorvi essa mensagem.
Danger Days tem seus pontos positivos sim, embora muitos não vejam. Acho que pra sentir o lado positivo do álbum é preciso estar aberto as novas coisas, saber que bandas mudam e isso não é de fato tão ruim o quanto parece. Tá não vou dizer que eu amei ver a sonoridade digamos "agressiva" deles  ser jogada fora dando lugar pra algo festivo. Não amei mais entendendo, eles estavam em festa e isso reflete na musica que você faz.
É só o que eu vi com o tempo, me processem! A realidade é que isso vai de cada a um e concordar ou não com o que eu disse; Amar ou odiar o DD vai da escolha musical de cada um.
Esse album é do My Chemical Romance sim, gostemos ou não. Nem sempre eles conseguem agradar a todos, não é?!

Look Alive, Sunshine
Essa musica foi inspirada no nome do nosso FC lindo e divo..... kkkkkk. Brincadeiras a parte, a intro de NA NA NA  é emocionante. Isso temos que concordar, é algo como uma mensagem altamente perigosa. Um pedido para que façamos barulho. É o convite para embarcar na histórias dos Killjoys.
Frase favorita: Louder than God's revolver and twice as shiny (mais alto que o revolver de Deus e duas vezes mais brilhante)

Na Na Na (Na Na Na Na Na Na Na Na Na)
Eu não sou muito fã dessa musica. Ela foi a primeira musica que me enjoou no Danger Days. Não vou explicar o porque,  sei que vai dar brigar, confusão, gente me processando (kk) e afins. Então é melhor eu deixar pra lá. Mas eu gosto muito, muito da guitarra de Na Na Na. É divertida, e solo então??! É tenho meio que um casinho de amor e ódio com mais essa musica do My Chem. Além de não ser uma das minhas favoritas,  ela me faz refletir. É algo sobre as pessoas que querem sempre mais, embora não precisem; Sobre querer salvar o mundo e não querer se sacrificar por isso.
Frase favorita:  Everybody wants to change the world, but no one, no one wants to die. (Todos querem mudar o mundo, mas ninguém, ninguém quer morrer)

BulletProof Heart
Vocês vão querer me matar, mas a unica coisa que eu gosto nessa musica é o começo da melódia. Não sei, desde que eu ~ like a boss~ comprei o cd e o escutei pela primeira vez Bulletproof não mexeu comigo. Mas a letra me faz lembrar o My Chemical Romance não purpurinado kkk de antes. Não me processem a letra é boa, mas a musica não mexeu comigo. Essa musica me deixa com uma impressão de vazio, sabe?!
Frase Favorita: And though I know how much you hate this. Are you gonna be the one to save us
from the black and hopeless feeling. (E embora eu saiba o quanto você odeia isso. Você será quem nos salvará dos sentimentos sombrios e desesperançosos)

SING
Eu realmente gosto dessa musica. A melodia dela me assustou de inicio devo acrescentar, porque isso não era o que eu realmente estava esperando de uma banda como My Chemical Romance. Mas depois eu cai de amores pela melodia, pela letra. Tudo me encanta em SING. A mensagem que essa musica me passa é sobre você nunca se calar ou deixar que o façam. É como se encorajasse a continuar e não ter medo de mais nada. Deve ser bem diferente do que a maioria costuma pensar e dizer sobre essa musica, mas como eu sou do contra, neah?!
Frase favorita: And raise your voice every single time they try and shut your mouth (E levante sua voz, cada vez que eles tentarem calar a sua boca)

Planetary (Go!)
O começo parece musica da Lady Gaga, mas eu gosto dela, mesmo que não seja uma das minhas favoritas. Infelizmente enjoei de planetary também, embora goste muito. O fato de ser uma musica dançante, me faz pensar que essa musica seria uma provocação as outras bandas de rock. Para uma banda de rock fazer uma musica dançante é preciso um motivo muito forte ou então uma decepção muito grande com o rock da sua geração. Acho que a primeira hipótese se encaixaria mais. Ela é critica, tem aquele ar de vingança que é bem característico da banda. A unica coisa que assusta, é a melódia extremamente dançante, mas planetary é ótima.
Frase Favorita: Who-they want you to be. Who-they wanted to see. Kill the party with me and never go home (Quem eles querem que você seja. Quem eles queriam ver. Mate a festa comigo e nunca vá para casa)

The Only Hope For Me is You 
Antes mesmo de lançar o DD quando a lista de musicas do álbum saiu eu sabia que essa seria minha favorita. Acho a melodia meio futurística e a letra meio fofa - que eu digo é frerard isso ae!! - perfeitas! A quem diga que The only hope for me is you é vazia, com uma melodia pop irritante e com uma letra sem sentido. Simplesmente não consigo concordar, existe muito sentimento nela e eu senti isso desde o primeiro momento. Gosto do quanto a the only hope tem uma batida pop acho que essa é a graça dessa musica, embora todos descordem e estejam querendo me processar neste momento kkkk
Frase favorita: If there's a place that I could be, than I'd be another memory. Can I be the only hope for you, because you're the only hope for me. (Se existe um lugar que eu possa estar, então eu seria mais uma memória. Posso ser a única esperança pra você? Pois você é a única esperança pra mim.)

Jet-Star and the Kobra Kid/Traffic Report
Voltando ao conceito do disco que eu sei que vocês estão cansados de saber e por isso não vou ficar explicando, contando. Aqui não há muito o que dizer, na verdade se escutei essa narrativa foram duas vezes e nada além disso.
Frase Favorita: keep your gun close and die with your mask on if you got to. Here is the traffic... (mantenha sua arma perto e morra com sua máscara se for preciso. Aqui é o tráfego...)

Party Poison
Olha pra vocês não dizerem que eu sou uma chata que detestou o DD desde a primeira escutada, essa musica foi a que mais gostei quando escutei o álbum pela primeira vez. Talvez seja porque ela é uma versão repaginada da Death before the disco ou sei lá por qual outro motivo, mas eu gostava muito dela. É uma musica anti-festa em um  álbum de festa; Algo como um porão sujo, rolando uma festa clandestina. Esse pode ser um dos pequenos motivos que me fizeram amar a Party Poison, mas com o tempo ela foi ficando enjoativa. Não sei porque, mas eu não conseguia ouvi-la e falar nossa como essa musica é foda. Ficou maçante com o tempo, como acontece com algumas musicas do DD.
Frase Favorita: Ain't nobody gonna take me life, ain't nobody gonna get the best of me (Ninguém irá pegar minha vida, ninguém irá pegar o melhor de mim)

Save Yourself, I'll Hold Them Back
Acredito que essa musica tenha sido escrita para os fãs. É sobre não ser uma vitima e sim um sobrevivente; Sobre ser forte e ter força pra se salvar. É uma das poucas preferidas do DD. Gosto da melodia, o fato dela não ser tão pop quanto as outras é algo realmente bom. Eu realmente gosto dessa musica e via um alto potencial pra single nela... frustrei pra caramba porque ela não é single KKKKK. But, é perfeita e é uma das poucas musicas que não enjoam no DD.
Frase Favorita: You're the broken glass in the morning light. be a burning star if it takes all night? (Você é o vidro quebrado na minha vida. Você vai queimar a estrela se levar a noite toda?)

S/C/A/R/E/C/R/O/W
Scarecrow é divertida, mas ela não é minha favorita e eu me enjoei dela um pouco. Acho que não vejo algo muito interessante nela. Não vejo nada de tão especial na letra, embora eu goste e adore escutar as vezes. Acho que Scarecrow é uma musica que eu não consigo imaginar fora do DD. É como se ela não existisse sem o album e vice-versa. Bem estranho, mas enfim. A letra fala sobre a Better Living Industries e Scarecrow com barras seria uma facção da BL/ind. Adoro Scarecrow uma das poucas que também não enjoam.
Frase Favorita:  Count to seventeen and close your eyes, I'll keep you safe inside (Conte até dezessete e feche os olhos, vou mantê-lo seguro interiormente)

Summertime
Chegou a hora da polêmica!!! Eu gosto das musicas do DD - com excessão da bulletproof -, porém, algumas me enjoaram e eu acabei as deixando de lado. Mas Summertime me irritou profundamente por um tempo. Não por ela ser fofa ou então por supostamente ter sido escrita para Lindsey. É porque eu ouvi demais mesmo. Summertime tem uma letra fora do romantico clichê, alem de ser extremamente criativa. Mas a melodia - apesar de ser muito linda também - é meio irritante. Repetir Summertime não é indicado se você assim como eu enjoa facil das musicas.
Frase Favorita: You can run away with me, anytime you want (você pode fugir comigo a hora que você quiser)

Destroya
A minha grande favorita de todo o álbum. Destroya é sexy, incrivel  e orgastica. Sim, é a musica mais orgastica do My Chem de todos os tempos. Ela seria tema do Killjoy do Frank, o Fun Ghoul. Combina perfeitamente, sem mais. Amo a melodia dela, principalmente no refrão onde a melodia lembra aqueles filmes de ação. Destroya é encorajadora pra mim,  mas de uma forma mais densa do que Save yourself. Com certeza a melhor musica do álbum.
Frase Favorita: You don't believe in God; I don't believe in luck; They don't believe in us, but I believe we're the enemy


The Kids From Yesterday
Não sei se gosto dessa. O que sinto por ela é diferente, é como se eu escutasse a The Kids from yesterday e visse os mesmos meninos de Jersey lá de 2005 - quando os conheci. A batida dela é bem pop, eletronizada se assim podemos dizer, mas é perfeita. A letra é linda e me deixa realmente orgulhosa da banda da qual sou fã. Acho Kids From Yesterday a mais importante do DD, embora não seja minha favorita. Não tem como escutar Danger Days e não ouvi-la.
Frase Favorita: When we were young we used to say, that you only hear the music when your heart begins to break (Quando éramos jovens costumávamos dizer, que você só ouve música quando seu coração começa a quebrar)

Goodnite Dr Death
Com essa musica o Dr Death encerra a história dos Killjoys e acaba a festa purpurinada do álbum. Curtinha, é encerrada com o hino americano. O conceito do álbum é encerrado aqui.
Frase favorita: But out here in the desert. Your shadow lives on without you (Mas aqui no deserto. Sua sombra vive sem você)

Vampire Money
Ultima musica o Danger Days e cara como essa musica FOOODA!! ela fala sobre crepúsculo e eu não vou falar muito disso porque gosto. Amo muito da musica, mas sabe com é neah?! Acho que o Danger Days precisava de uma musica como essa pra encerrar, fechar o álbum. Combinou perfeitamente com todas as outras musicas, embora essa seja menos pop que as outras.
Frase Favorita: When you wanna be a movie star (c'mon! ). Play the game and take band real far (c'mon)(Quando você quer ser uma estrela de cinema 'vamos lá!'. Jogue o jogo e leve a banda realmente longe 'vamos lá!')

Ouça o nosso top cinco Danger Days aqui!

Eu demorei o dia inteirinho pra fazer essa resenha porque eu queria tentar não ser tão polêmica. Mas realmente não dá pra não ser quando se trata do Danger Days, album que não encanta tanto assim. Gosto das musicas, o álbum é criativo mais é só isso. Ele enjoa facilmente, mas não significa que não seja bom. Eles passaram as mensagens que queriam com esse álbum, então a tarefa foi cumprida.

Gatinhos e Gatinhas vou indo porque estou morrendo de sono, espero que tenham gostado. Acho que vocês devem estar vindo dar tapas e mais tapas na minha cara, mas enfim.... Beijos seus lindos e até mais!

xoxo Leeh